AUDEMARS PIGUET

O novo cronógrafo a corda automática com turbilhão da Audemars Piguet representa uma evolução do Royal Oak Offshore

Por Carlos E. Barretti

UR11AUDEMARS2

 

 

 

 

 

 

 

Em meio a um mar de modelos parecidos uns com os outros, poucos relógios da atualidade são reconhecidos imediatamente como o Royal Oak Offshore. Oito parafusos hexagonais em aço polido (marca registrada do modelo) ficam aninhados no aro de cerâmica preta que se fixa na caixa de design característico. A Audemars Piguet apresentou recentemente uma evolução deste seu tradicionalíssimo Royal Oak Offshore. O modelo é um cronógrafo com turbilhão e movimento a corda automática calibre 2897. Este novo calibre, totalmente concebido e desenvolvido pela empresa, incorpora a mais recente tecnologia relojoeira. Consistindo de 335 partes, o calibre 2897 tem um sistema de corda automática acionado por massa oscilante periférica confeccionada em platina 950, material extremamente denso e pesado, o que facilita a rotação da massa oscilante, mesmo com o menor movimento do pulso, e proporciona uma reserva de corda para até 65 horas.

UR11AUDEMARS3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma abertura no fundo da caixa permite a visualização do belo movimento biselado, polido, chanfrado e decorado inteiramente à mão e de seu rotor com acabamento escovado acetinado, que lhe confere característica sofisticada, mas discreta, e cria um jogo cintilante de luzes e sombras. O altíssimo nível de decoração já tradicional da marca inclui acabamentos clássicos, como polimento espelhado, chanfrado feito à mão e granulação circular, tornando-a uma peça magnífica, tanto por dentro como por fora.

O novo relógio apresenta as funções de cronógrafo com sistema de roda de coluna e ponteiro de segundos central, acumulador para até 30 minutos e indicações de horas, minutos e pequenos segundos. A caixa, resistente a até 100 metros de profundidade, tem 44 mm de diâmetro e 14 mm de espessura e é confeccionada em carbono forjado, material de difícil manipulação, que foi primeiro desenvolvido pela indústria aeroespacial e depois trazido para a relojoaria pela Audemars Piguet, com um modelo Royal Oak Offshore apresentado no ano de 2007. Os botões acionadores do cronógrafo são feitos de cerâmica e titânio e o mostrador é decorado no padrão Mega Tapisserie.

UR11AUDEMARS4

 

 

 

 

 

 

 

 

Poucos terão a possibilidade de ter um desses Royal Oak Offshore no pulso, afinal, esta versão será produzida em uma série limitada de apenas 50 peças e, muito provavelmente, para o nosso país, estará disponível somente sob encomenda.

O Royal Oak Offshore Chronograph Tourbillon é uma mescla do know-how tradicional com modernas técnicas de alta tecnologia e materiais de última geração. É um “laboratório” para desenvolvimento de técnicas e materiais que poderão vir a ser utilizados em modelos mais básicos e comerciais no futuro.

ROYAL OAK OFFSHORE CHRONOGRAPH TOURBILLON

www.audemarspiguet.com

UR11AUDEMARS1

FICHA TÉCNICA

AUDEMARS PIGUET ROYAL OAK OFFSHORE CHRONOGRAPH TOURBILLON

RELÓGIO

Modelo: Royal Oak Offshore Chronograph Tourbillon

Referência: 26550AU.OO.A002CA.01

Material da caixa: carbono forjado

Visor: cristal de safira

Dimensões: 44 mm de diâmetro e 14 mm de espessura

Resistência à água: 100 metros

Mostrador: decorado no padrão Mega Tapisserie com aberturas revelando partes do movimento e o turbilhão

Pulseira: borracha com fecho de titânio

 

MOVIMENTO

Calibre: 2897

Dimensões: 35 mm de diâmetro e 8,32 mm de espessura (15½ linhas)
Frequência: 21.600 alternâncias por hora (3 Hz)

Reserva de corda: aproximadamente 65 horas

Número de componentes: 335

Número de rubis: 34

LEAVE A REPLY