Girard-Perregaux – Turbilhão com três pontes de ouro

Uma marca histórica e um modelo lendário, o turbilhão com três pontes, que por 150 anos encarnou o espírito da Girard-Perregaux; com a técnica tendo sempre a primazia em relação ao estilo.

Este movimento de arquitetura única e imediatamente reconhecível é o trabalho de Constant Girard, uma figura emblemática da fabricação relojoeira do século XIX. Este relojoeiro visionário e perfeccionista de La Chaux-de-Fonds centrou a suas investigações sobre o sistema de escape e em particular sobre o turbilhão. Suas criações receberam regularmente o reconhecimento da indústria em competições nacionais e internacionais. O Turbilhão com três Pontes, um feito verdadeiramente brilhante, ainda é o seu mais lendário legado.

O novo turbilhão apresentado pela Girard-Perregaux tem caixa de 40 mm de diâmetro sem mostrador, o que proporciona uma perfeita visão das três pontes de ouro. O relógio distingue-se por uma visão moderna do classicismo, mas com um tamanho adequado para os padrões contemporâneos. A caixa de ouro rosa de 18 quilates combinada com uma pulseira de couro de crocodilo na cor preta com fecho triplo e dobrável também em ouro rosa 18 quilates, proporciona uma estrutura transparente para a visualização do lendário calibre e de suas principais características. A ausência de um mostrador, assegura uma visão clara do movimento com seu turbilhão em forma de lira as três pontes paralelas em forma de seta. O movimento compreende um total de 257 partes, inteiramente montadas e decoradas com à mão. A gaiola é constituído por 79 elementos, pesam apenas 0,278 gramas e o mecanismo automático é alimentado pelo movimento de um micro rotor com sistema de carregamento unidirecional, visível através de um tambor de corda aberto. A reserva de corda oferece uma autonomia de aproximadamente 50 horas.

LEAVE A REPLY